segunda-feira, 19 de setembro de 2016

A arte de ficar caladinho (a)

Hoje nós vamos falar sobre essa arte maravilhosa de ficar calado!
Já perceberam o quanto é difícil permanecer calado por um tempo? Mesmo quando numa roda de amigos ou no trabalho?



Sim, a dificuldade é enorme, mas os benefícios são maiores ainda. É necessário tato para saber a hora de falar alguma coisa. A palavra é uma das coisas que você 'atira' e não tem mais volta. Palavras machucam tanto quanto armas, pois deixam a marca dentro de nós. Palavras também ajudam, claro, quando ditas no momento e do jeito certo. Da mesma forma que o silêncio. 

A arte de ficar caladinho envolve muita paz interior e muita paciência. É aquele ditado né: vamo fazeno às vezes é melhor cultivar a paz do que ter razão (mais ou menos isso). Ou seja, de vez em quando compensa você escutar uma pessoa falar merda e não passar na cara dela a (sua) verdade. Esses momentos são cruciais para a nossa elevação espiritual (eu acho), porque pessoas como eu, que se arrependem de tudo, falam alguma bobagem nessas horas e passam por momentos posteriores de arrependimento. Infelizmente pra mim é assim.

Eu convivo com pessoas que são super sinceras (eufemismo). Na verdade elas não têm um freio na língua e falam sem pensar, pensam que a sinceridade pode vir acompanhada com um punhado de merda por não saber o jeito de falar as coisas pra alguém. NÃO! Ser sincero não implica falar o que bem entender.

Também convivo com pessoas caladas de mais. Não que seja uma regra, mas guardar tudo para si pode ser uma forma perigosa de explodir no futuro. Dá pra sentir a raiva na pessoa, emanando como uma corrente elétrica ao redor. É complicado, né? Nem ficar calado de mais nem falar de mais. A vida é assim: achar o equilíbrio entre tudo. Seria bom um manual de instruções, mas isso não existe.

Olhe para as pessoas que você convive. O que elas falam. O que você fala de volta. É melhor falar de volta ou ficar calado e evitar uma discussão sem fundamento? É melhor falar de volta ou é melhor se distanciar um pouco porque a pessoa só fala em coisas negativas? E você, fala muitas coisas negativas? Todo dia é dia de mudar nossas atitudes. 

Venho tentando ficar caladinho a maior parte do tempo. Confesso que é muito difícil. Mas só em constatar que estou tentando me dá uma percepção de que posso mudar isso. É tudo tão complicado. Ter com quem conversar hoje em dia está cada vez mais difícil. Conversar coisas relevantes pra você e para o outro. Sendo assim, quando você encontra alguém para poder quebrar o jejum das palavras o momento se torna único e especial, assim como a pessoa com quem você compartilha suas palavras.

Um próximo post seria: a arte de ouvir com os dois ouvidos. Isso porque muita gente ouve as palavras com um ouvido, mas logo elas saem pelo outro.

Nenhum comentário: