sábado, 20 de dezembro de 2014

Acerto de contas!

Você já teve a sensação de que o seu passado está vindo à tona pra acertar as contas?



Comigo está acontecendo agora. E eu sei disso! Tá sendo assim: tudo me lembra do passado. As coisas aparecem para mim como se dissessem: "Ei! Estamos aqui esperando pra ter uma conversa." São músicas, filmes, pessoas, nomes... E a mudança tá bem na minha frente. É como se mais uma fase do jogo estivesse prestes a se concluir e o chefe dessa fase não é um monstro como nos vídeo games, mas coisas de gente adulta (¬,¬), gerenciamento das coisas, artigos científicos para entregar, cronograma do trabalho para fazer, contas para pagar, pessoas para lidar e por aí vai. Por que não poderia ser um dragão vermelho e que eu pudesse usar dano máximo duas vezes por dia sem gastar pontos de magia? Mas eu sou voluntário como tributo para esta arena. E de bônus eu tenho que acertar as coisas com o meu passado. 

Os livros que li quando criança/adolescente agora me mostram seus segredos que eu ainda não tinha capacidade de ver. Seus ensinamentos estavam guardados em minha cabeça até chegar o momento certo de compreendê-los. E assim aparecem pessoas que ajudam a descobrir coisas que, quando acontecem, parece até que eu já sabia há muito tempo. E talvez seja isso mesmo, só que ainda não estava pronto para suportar certas verdades. Você começa a quebrar paradigmas e aprender palavras novas (como 'paradigmas') que explicam mais que uma frase completa. Outras palavras começam a fazer um sentido diferente e você começa a formar a sua própria opinião acerca das coisas. A ver que nem todo mundo que você pensava que sabia a verdade sobre tudo realmente sabe a verdade sobre tudo e que você tem a capacidade de fazer coisas que antes precisava pedir permissão ou ajuda pra fazer. Vai chegando a hora que você é que vai dar essa permissão e que vai ajudar a fazer certas coisas e que depois vai ser contestado. Então você não vai poder utilizar a falácia de que "é porque é".

Eu ainda não sei como conversar com o meu passado, mas as pistas estão ficando cada vez mais 'quentes'. Acho que é porque eu me permiti que elas aparecessem para mim e elas talvez saibam que eu estou ficando no ponto de conversar e acertar as contas para poder passar para uma nova fase para conseguir novas experiências e passar para outra fase e assim por diante. Seria como em um jogo virtual (mais uma vez) onde você, para passar de fase (e de nível) tem que conseguir algum artefato que abre uma porta e zaz.

Depois que você dá um passo pra frente já sabe né... 

Nenhum comentário: