domingo, 28 de agosto de 2011

Selva da Sedução Nº 3




Nas minhas andanças eu gosto de parar e observar as pessoas. Desta vez eu tive um apanhado de informações de como as pessoas estão tratando seus amados e amadas e, às vezes, nem tanto assim.


Percebi que muitas pessoas dizem: "O segredo é ignorar e esperar ele/ela correr atrás". Ou então: "Se quiser que me procure". Dentre outras coisas. É triste de mais saber e ver que as pessoas estão se tratando só como uma piroca e uma xota [desculpem]. Meu coração de robô [?] tem ficado mais emotivo ultimamente. E eu não sei se é bom ou ruim. O que eu sei é que com essa cachorrada de um querer que o outro venha atrás, de tá fazendo charminho e querendo que os outros se humilhem para, no máximo, conseguir uma foda ¬¬ ninguém vai chegar a lugar nenhum. Eu já vi gente se agarrando como se fossem animais brigando [kkkkkk], nem vou falar muito disso porque...


O que importa é que tem muita gente egoísta por aí. E estas pessoas não enxergam que o tempo está passando e no futuro elas vão olhar pra trás e perceber que não viveram um amor sincero porque estavam muito ocupadas fazendo charme e se achando mais importante do que todo mundo.


Infelizmente assim o mundo segue... E eu sei bem que segue. No final eu vejo que é uma selva mesmo, onde alguns seres humanos, alguns robôs e alguns bichos se misturam tentando saciar a vontade de fazer sexo e, o mínimo de pessoas que procuram matar a vontade do coração, a vontade de amar. [UhuuuU! Esse final foi foda!! Final de filme!! heuheuehuehueheuh]

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Falando com as paredes

Vocês já sentiram vontade de falar com as paredes do seu quarto? Que estranho... Ontem a noite eu tive essa vontade peculiar de começar a dialogar com as paredes do meu quarto. Eu estava sem sono. Quando eu fico sem sono eu fico com vontade de conversar, e como não tinha ninguém pra conversar eu tive vontade de conversar com as paredes ¬¬. Estou começando a ficar preocupado.
Antes eu conversava com o Harry Potter, o meu cachorro. Mas agora que a fêmea dele teve filhotinhos [e eu fiquei com um] ele tem que cuidar do Percy Jackson, o filhote do Harry Potter. Às vezes eu ainda converso com eles dois, mas não é aquela filosofia tão profunda como era antes...

Tinha que falar isso pra alguém... :(

domingo, 7 de agosto de 2011

Os 7 talhos da vergonha

E lá vamos nós mais uma vez na jornada da construção da nave... Desta vez estou aqui para relatar minha experiência com os 7 talhos da vergonha. Aprendi esta técnica com a Srta. Elizabeth que aprendeu com seu mestra shaolin da China onde a mesma treinou para se tornar uma das melhores guerreiras contra os não-mencionáveis (zumbis). Ela diz que quando você passa por alguma situação embaraçosa onde você agiu errado ou coisa e tal e você precisa de uma punição para o seu corpo e a sua alma, você mesmo terá que administrar no seu corpo os 7 talhos da vergonha com a adaga da justiça. Se quiser causar mais drama ainda, você pede para que a pessoa a quem você foi injusto (a) venha e pise no seu sangue. Os talhos vão cicatrizando, mas sempre que você passar por outra situação semelhante, você deve reabrí-los u.u



Eu sempre tenho que usar os 7 talhos da vergonha porque meu nobre e puro coração faz com que eu me arrependa de tudo o que eu faço ¬¬.


P.S. - Claro que eu faço tudo mentalmente porque eu não sou bobo nem nada e também não quero tá andando na rua todo cortado, não é verdade? [Se bem que mesmo mentalmente, eles doem na alma. VEM GENTE!]