quarta-feira, 24 de junho de 2009

Mário

O rapaz estava trancado dentro do quarto há horas sem dizer uma palavra e sem fazer nenhum barulho. A família resolveu chamar os bombeiros para que arrombassem a porta, já que só a mãe do rapaz e a irmã estavam em casa.
Alguns minutos depois os bombeiros chegaram.
__ O quarto é ali. __ Apontou a mãe para uma porta no fim do corredor.
Enquanto um bombeiro conversava com a mãe e a irmã do rapaz, o outro foi caminhando pelo corredor até chegar na porta.
__ Mário! __ Chamou o bombeiro.
Nenhuma resposta.
O bombeiro bateu três vezes na porta e chamou novamente.
Nenhuma resposta.
__ Mário! Nós viemos para te ajudar, pode abrir a porta. __ Pediu o bombeiro.
A porta abriu alguns centímetros. O bombeiro começou a entrar no quarto vagarosamente. Os outros olhavam de longe e esperavam apreensivos.
Ao entrar no quarto o bombeiro se assustou um pouco ao ver o rapaz sentado na cama com mais duas pessoas, outro rapaz do lado direito e uma moça do lado esquerdo. Mário parecia muito pálido e olhava para o chão. O rapaz do lado direito também olhava para o chão e a moça olhava para o armário.
__ Por que você trancou a porta do quarto? __ Perguntou o bombeiro se aproximando devagar.
__ Porque o mundo daí para fora já não me compreende... __ Disse Mário olhando diretamente nos olhos do bombeiro, o que o assustou um pouco. Os olhos do rapaz eram vazios e pareciam transpassar o homem que se aproximava.
__ Sua mãe e sua irmã estavam preocupadas com você...
O rapaz do lado direito olhou para o bombeiro.
O bombeiro deu um salto para trás e quase soltou um grito quando sentiu algo passas por seus pés, ao olhar, viu um pequeno labrador marrom brincando com seu coturno.
__ De quem é esse cachorro? __ Perguntou o bombeiro se recuperando do susto.
__ É nosso. __ Respondeu a moça.
__ A mão do Mário disse que ele estava sozinho aqui dentro. __ Disse o bombeiro. __ Por que vocês não responderam quando ela chamou?
__ Não não estávamos aqui o tempo todo... __ Disse o rapaz da direita. __ O Mário te disse que esse mundo já não o compreende, não disse?
O cachorro foi até os pés descalços de Mário e começou a lamber seus dedos. Mário abriu um leve sorriso ao sentir cócegas, mas seu olhar continuava distante.
__ Vamos, Mário. Deixe que sua mãe e sua irmã venham ficar com você. __ Disse o bombeiro. __ Elas estão preocupadas.
__ Elas também não me compreendem. __ Disse Mário colocando o cachorro no colo. __ Mas elas não têm culpa... Sinto que elas não enxergam o mundo como nós e você.
__ Eu? __ Perguntou o bombeiro.
__ Pode dizer a minha mãe que estou bem e que ela e minha irmã podem entrar no quarto... __ Disse Mário.
O bombeiro olhou um tempo para todos que estavam na cama e disse: __Muito bem Mário, vou chamá-las. __ Ao sair do quarto ouviu quando o rapaz e a moça deram um "tchau" e o cachorro um latido.

Ao saírem da casa da mulher e entrarem na viatura, os outros dois bombeiros, um dirigia e outro ia na frente, parabenizaram-no pelo trabalho e começaram a conversar:
__ A mãe do garoto disse que ele tem alguns problemas psicológicos... __ Disse o motorista.
__ Mas foi a primeira vez que ele se trancou no quarto por tanto tempo... __ Disse o que estava na frente.
__ Ela deveria ter dito que o Mário tinha um cachorro dentro do quarto... __ Disse o bombeiro que conversou com Mário. __ Quase piso nele.
__ Cachorro? __ Perguntou o motorista. __A irmã dele disse que ele tem dois amigos invisíveis que só ele consegue ver. É por isso que elas estão pensando em interná-lo. E eles não têm cachorro nenhum na casa, pelo menos foi p que a mãe dele disse. E por falar nisso, como você sabia que o nome do rapaz era Mário?
Uma lágrima percorreu o rosto do bombeiro que falou com Mário.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dia dos Namorados Digital

E mais um ano voltamos com um tema tão importante na vida: The Love!



Mas espere, nós não estamos falando de amor, amor, amor. Talvez seja mais paixão. Ou será amor mesmo? Bom, eu não entendo. Mas passei a acreditar que uma pessoa pode amar sim outra só por um dia, só por uma hora, só por um beijo. Por que não?
Disse uma vez que o amor também faz sofrer, faz matar, faz várias coisas... Vejo o amor com um dos muitos sentimentos que estão, infelizmente, perdendo seu valor. A paquera está acabando e tudo, a maior parte, se resolve agora pela internet em salas de bate-papo. Os olhares apaixonados de um primeiro encontro foram trocados por um grande monitor e palavras digitadas. O toque foi trocado por pegadas no mouse. Até o sexo pode ser feito pelo computador [¬¬]. Mas ninguém é deve ser julgado por isso, pois o mundo segue com passos cambaleantes pelo universo e coisas que eram impossíveis no passado, hoje são possíveis, ora.

Bom... O amor é lindo, não é isso que dizem. E se a gente começar a manter esse "jargão" valendo por mais tempo?

Pode ser que esse pensamento meu esteja ficando obsoleto, não descarto esta idéia. As novas gerações devem estar moldando seu tempo. E o que, como já disse, antes era impossível,hoje é possível. Talvez estejam dando um novo sentido para o amor, o amor digital.

[Acredito que seja possível encontrar um amor pela internet...]

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Uma noite de sono...


Estou tentando descobrir o que me atormenta durante a noite sempre que estou dormindo [nem sempre, na verdade, mas com frequência]. Veja só que estranho:

Eu estou dormindo tranquilamente quando começo a ter um sonho normal, logo o sonho se torna um pesadelo e eu acordo, até aí tudo bem, não é? Não! A bagaceira começa agora. Assim que acordo me dou conta de que não consigo me mover, nem falar, nem respirar e ainda por cima, um frio tremendo toma conta do meu quarto. Sem contar no dia em que eu vi uma pessoa todo encapuzada bem na frente da minha cama. Realmente é muito assustador.

Quando eu era uma criança eu já tinha isso, parou por um tempo e agora voltou e com força total.

Já tenho explicações clínicas e espirituais. Perguntei para algumas pessoas e muitas delas relataram já ter passado pela experiência, às vezes não muito boa. Há pessoas que ouvem barulhos, veem figuras assustadoras, tâm alucinações...

Explicações Espirituais ->
Em várias culturas esse estado pode ser sentido por pessoas com pré-disposição ao xamanismo e contato com o mundo dos espíritos. Dizem também que um homem, acho que um espírito, conhecido popularmente com o "pesador" vem e "enforca" a pessoa durante o sono, por isso as características de falta de ar. No Brasil também pode ser conhecida como a "pisadeira".
Também pode ser

Explicações Clínicas ->
A medicina diz que isso é um distúrbio do sono chamado Paralisia do sono, no qual ocorrem os mesmos acontecimentos que citei acima. As causas podem ser o stress, dormir de barriga para cima, etc. Outro distúrbio é a narcolepsia, um pouco mais grave que a paralisia do sono. A paralisia do sono, visto por um outro aspecto (um aspecto positivo) é chamada de Catalepsia Projetiva, que diz ser um fenômeno natura e benigno para o ser humano.


Bom... Com tantas explicações eu não sei mais o que fazer... Eu só sei que minhas noites de sono têm sido muito conturbadas e bem assustadoras.

E sempre vou percebendo como o mundo é um lugar cheio de coisas fantásticas, pode ser até só na minha cabeça, mas só percebo que existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa van filosofia quando essas coisas acontecem comigo... ¬¬