domingo, 28 de dezembro de 2008

É Fim de Ano [Mais uma vez] & Pensando Assim ²

É Fim de Ano [Mais uma vez]



"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,

foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente."


Carlos Drummond de Andrade

Creio que tudo o que eu queria falar sobre o fim de ano está resumido aí. Realmente tudo está aí.


Pensando Assim²




Bom... Pensando agora no que se passou neste ano... Percebi que muitas pessoas estão virando idiotas em várias modalidades, principalmente no orkut, que está acabando com a língua portuguesa a transformando em uma coisa bizarra que não sei que nome dar [estou me referindo a pessoas que escrevem axim ou ashim de shato ou kalker koiça... Chega a dar uma pontada na cabeça]. Outra coisa é que as pessoas estão mais egoístas que ano passado [e eu estou no meio, claro!]. Os pobres estão mais espertos, pois alguns usam dessa condição para roubar, o que é ruim, porque os que realmente são e não usam de má fé também sofrem os danos (...). O sexo, percebi veementemente, está se tornando modalidade esportiva e comércial [que ingenuidade a minha...]. Vi muitas pessoas falnando em sexo doentio abertamente com amigos, principalmente homens, pois hoje, se homem não falar de sexo selvagem ele é visto torto [entenderam??]. E o pior disso tudo!! Uma revista brasileira que vem com contos eróticos, fotos explícitas [bem explícitas] de modelos do pornô brasileiro e ainda uma linda parte de classificados onde os fieis leitores mandam suas belíssimas fotos para tentar encontrar uma boa foda em qualquer parte do Brasil. Donas de casa com os peitos de fora dizendo que dão porque gostam, homens com os caralhos de fora tentando encontrar uma ou várias xoxotas e bundas ou até outros caralhos para se deleitarem com sexo imoral e outras coisas mais bizarras ainda como zoofilia... Éé, o mundo está seguindo adiante e bem depressa, até eu que achava que tinha uma mente liberal para certas coisas...

Como venho dizendo durante o correr do ano: O que é Normal? Eu não sei e já desisti de procurar saber o que é... Como o mundo desse jeito, como que eu, como minha cabecinha ingênua terei a certeza de que um belo dia eu não vou mais suportar tantas atrocidades? A consciência coletiva esta passando dados como sempre fez, mas os dados que estão sendo passados parecem retrógrados [Ou a evolução é erealmente isto que está acontecendo com o mundo? Com a nossa mente? Com a nossa família?]. Eu mesmo estou cada vez mais frio com relação à nossa própria raça humana, não confio mais em ninguém e me sinto melhor sozinho [a maioria das vezes], lendo um livro pra ver se me distancio de tanta barbaridade. E são livros de Terror ou Filosofia ou Ficção, mas nada que fale da verdade, pois desta eu já estou cheio de ver todos os dias...

Só para frizar, esta postagem é a de número 100 e eu gosto muito de escrever aqui, pois como disse ao lado: É uma boa Terapia!

Feliz ano novo? Vamos fazer o melhor que podemos sem ter que esperar uma data para pensar nisso... Mas enquanto a sociedade prega isso, vamos atravessar esse portal de mãos dadas para que ninguém mais se perca pelo caminho. E a pesar de tudo, a vida ainda pode ser muito feliz!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

É Natal & Pensando assim...

Dando um tempo na "Série - Quem é Você?", passo aqui mais uma postagem dupla, na qual você, caro leitor, terá duas postagens para se banquetear e, ao final, escolherá uma para comentar (ou comente nas duas).

É NATAL!!!



Mais uma data bem interessante para se comemorar. Mas o que você comemora no Natal? Um presente que ganha? Alguma coisa relacionada com religião?
Apenas sei que esse mês fica diferente, fica no ar algo de fraternal, de bondade, de angelical (¬¬). Talvez seja só por uma insistência social ou porque o mundo precisa de um mês para que as pessoas pensem de maneira um pouco menos egoísta.
As virtudes do mundo estão desaparecendo ou estão dando lugar a outras características para o ser humano? Mais ou menos assim: Será que, para a seleção natural humana, o egoísmo, o racismo, o vandalismo e o egocentrismo (assim como os outros ismos) estão se tornando características para a sobrevivência? Espero que não...
Ééé... É bom escolher o que comemorar no Natal.


PENSANDO ASSIM...




Pensei: "Eu ia comprar algo na cantina, mas não fui... O que será que poderia ter acontecido se eu tivesse ido?
Ultimamente isso tem me tomado o tempo... Não é questão de passar o tempo pensando no passado, definitivamente não é! (Ou é?) A questão é a seguinte: Quando temos que escolher um caminho na vida nós temos várias alternativas, milhares delas, mas quando escolhemos uma, as outras serão apagadas! Mais ou menos assim: Você anda por um caminho e em determinado ponto você encontra vários caminhos diferentes e só pode escolher um para seguir adiante, não podendo voltar depois para escolher outro (se voltar perde o jogo e dá game over). Então você passa por aventuras incríveis, mata dragões, aprende novos poderes, passa de nível, ganha e perde companheiros, ri, chora, ri, escolhe se vai ser o herói ou o vilão (às vezes não se escolhe, isso já é imposto) e no final da estrada você pergunta o que teria acontecido se escolhesse outro das centenas de milhares de caminhos... Ei! É você mesmo! Isso é muito louco! Pense direitinho nisso e tente não ficar um pouco confuso... Se você sentir um turbilhão de pensamentos bem no fundo da cuca querendo sair da sua cabeça, então pare. Pare meu amigo, minha amiga, porque daí para a loucura é uma linha imaginária bem fininha, mas bem finiiiiiiinnhhhhhaaaaaaa... Acho melhor eu para por aqui...

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Quem é você? (Segunda Entrevista)

E aqui está a segunda entrevista da saga Quem é você? O pseudônimo da criatura que respondeu o questionário é Joo. E já podemos tirar algumas conclusões a respeito da diferença de personalidades que nos rodeiam.
> 1 – O que você gostaria de fazer em seu tempo livre? (Justifique)
Dormir e sair pra balada! ;)
2 – O que você gostaria de aprender? (Justifique)
A tocar violão ou piano
3 – O que você gostaria de ter? (Justifique)
Money money
4 – Se você tivesse uma arma, o que faria? (Justifique)
Trocaria por dinheiro em uma daquelas campanhas pra poder ir a alguma festa
5 – Onde você gostaria de morar? (Justifique)
Fora do Brasil, isso aquê ta virando uma favela vey...
6 – Qual poder você gostaria de ter? (Justifique)
Invisibilidade
7 – O que você gosta de estudar? (Justifique)
Inglês
8 – Quando você se sente bem? (Justifique)
Quando faço o que quero e quando estou com quem eu gosto
9 – Crê em algo? (Justifique)
Crio em mim e em Deus
10 – Como você acha que as outras pessoas te vêem? (Mesmo que você não se importe com isso) (Justifique)
Me vêem como um menino mimado e chato, que tem cara de nerd, de personalidade forte e gênio difícil... E outros tantos róótulos...
11 – Qual sua fantasia sexual? (Justifique)
Não tenho (isso é normaaal?)
12 – Qual sua opção sexual? (Justifique, se conseguir...).
Hetero
13 – Descreva-se.
Ixi, isso é uma looonga estoooria! Depois eu te conto! :)


sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Quem é Você? (Primeira Entrevista)

Depois de uma semana enviando o questionário para diferentes pessoas, já podemos ver o resultado desta fascinante viagem ao conhecimento da personalidade humana (...). Dentre os entrevistados, o primeiro que escolhi para que possamos estudá-lo como uma maldita cobaia experimental se denomina The Joker.
Percebam que durante esta tragetória, as pessoas, homens e mulheres, respondem de maneiras diferentes (Lógico ¬¬) e que a partir disso podemos ter uma idéia de como ela é. As respostas são extremamente pessoais e a identidade será mantida em sigilo :D~
Vejam, leiam e opinem sobre o nosso primeiro obejeto de estudo! Quem sabe o melhor questionário não receba um prêmio... Hehehe (Tá difícil, viu.)
Deleitem-se!

1 – O que você gostaria de fazer em seu tempo livre?
R. Procuro estudar (é difícil de faze-lo aos fins de semana, mas eu tento), ler livros, revistas e notícias e artigos na net e principalmente assistir à filmes, séries e jogos de futebol. Além, é claro, de conversar e sair com os amigos.

2 – O que você gostaria de aprender?
R. Línguas exóticas e algumas técnicas de memorização.

3 – O que você gostaria de ter? (Justifique)
R. Dinheiro, mulheres, hiates, mulheres, carros, mulheres...

4 – Se você tivesse uma arma, o que faria?
R. Venderia e ganharia uma graninha.

5 – Onde você gostaria de morar?
R. No Brasil, em Florianópolis. Fora daqui, na Europa Oriental ou na Argentina.

6 – Qual poder você gostaria de ter?
R. Gostaria de poder voar. A sensação de liberdade maior que o homem poderia conquistar.

7 – O que você gosta de estudar?
R. Diversos assuntos que abordem a psique humana, os processos que fazem com que o ser-humano seja tão complexo. Comunicação também é um assunto que me interessa bastante.

8 – Quando você se sente bem?
R. Quando escuto uma boa música, quando estou com muita fome e como algo gostoso. Quando ajudo alguém sinceramente e sou reconhecido. Quando estou sozinho e ando nu em casa.

9 – Crê em algo?
R. Sim. Que a morte é a única certeza da vida de todos os seres.

10 – Como você acha que as outras pessoas te vêem? (Mesmo que você não se importe com isso)
R. Algumas pessoas me vêem como uma pessoa bossal, metida, orgulhosa, de nariz empinado. Outras me vêem como uma pessoa simpática, alegre, comunicativa, agradável, cordial e amigável. Vai entender esse povo...

11 – Qual sua fantasia sexual?
R. A cada momento surge uma nova opção, mas no momento confesso que curtiria transar (fazer sexo, amor, trepar... wherever) pulando de para-quedas (ou voando, se eu tivesse o poder da pergunta 6).

12 – Qual sua opção sexual? (Justifique, se conseguir...).
R. Heterossexual. Justificativa? Natureza... nasci assim. Gosto de ser assim. Ponto final. Não mudaria minha natureza. Não nesse sentido.

13 – Descreva-se:
R. Sou um cara tranqüilo, relativamente fácil de se lidar. Bastante extrovertido, porém tímido nos momentos cruciais (diga-se garotas), mas nada como uma boa bebida para aliviar os ânimos. Me interesso bastante por assuntos que remetam a cultura, entretenimento, novas tecnologias e esportes. Gosto bastante de sair e, apesar de meu gosto musical ser segmentado mais para o rock, freqüento diversos tipos de locais e eventos de diversos gêneros musicais (de boates à blocos de carnaval). Adoro cinema (tanto ver filmes quanto escrever, criticar, comentar e conversar sobre eles) e de conhecer pessoas. Viajar também é legal (fisicamente) e conquistar garotas (o prazer da conquista é fenomenal). É isso aí... são tantas coisas, mas posso me resumir como um cara simpático e bastante complexo, portanto garotas sou interessantíssimo! :D

RESPONDIDO POR: The Joker

Até o Próximo "Quem é você?"!

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Quem é você?

Neste mundo cercado pela globalização e... bom... Neste mundo do jeito que está, nós passamos a nos perguntar quem realmente somos (como no orkut ¬¬). E, particularmente, eu não sei responder muito bem...

Com tantas regras e imposições fica difícil fazer o que realmente queremos, falo de vontades escondidas, às vezes bizarras, que temos vontades de fazer e não podemos...

Eu gostaria de saber o que passa pela cabeça das pessoas, como elas reagiriam se fossem realmente livres... O que realmente gostam de fazer e o que pensam.


Por isso, criei um questionário com algumas perguntas básicas sobre religião, cultura, auto-descrição, etc. Claro, as respostas serão dadas assinadas com um pseudônimo. E aqui nós poderemos ver cada personalidade numa visão real, sem regras ou pudor!

Qual o intúito disso?

É fazer pensar... Eu gostaria tanto de responder um questionário desses, mas ninguém nunca fez pra mim, então eu fiz pra vocês... E espero (Sinceramente) conhecer mais de vocês e que vocês se conheçam mais também!!

As respostas serão postadas no marcador: "QUEM É VOCÊ" e começará semana que vem!

Por favor, quem quiser responder, deixa o e-mail que eu envio o questionário completo.

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Dia das Crianças


Oba! Oba! O dia das crianças tá chegando e nós vamos ganhar presentes! Uêba!


Como é bom ser criança... Sem preocupações, sem rancores, sem vinganças... Pena que crescemos e viramos uns malditos capitalistas globalizados e no lugar de brinquedos gostamos mais de dinheiro... A criança é tão angelical, doce e serena... Sem mentiras (pesadas), sem ironias (que coisa feia isso) e sem essas nossas caracteristicas tão marcantes que nos fazem adultos... E ninguém pode dizer que continua igual a quando era uma criança... Infelizmente nós mudamos para podermos sobreviver neste mundo de lobos e feras (nossa!).


A evolução atinge a tudo e a todos. E as crianças estão inclusas sim senhor(a). Com dez anos de idade, ou menos, uma criança (pré-adolescente) pode engravidar! Com 11 pode roubar carros e fazer pessoas reféns, etc, mas essas coisa talvez posam acontecer com menos idade também. Com 7 anos uma criança pode invadir um zoológico e matar animais lá...


Dos 5 aos 9 anos a criança passa a se desenvolver psicologicamente, emocionalmente, socialmente e mentalmente. Já podem descobrir que o papai noel não existe (ou existe?), já podem desconfiar que o coelhinho da páscoa é uma fraude e que o He-man não existe... Fiquei abismado quando descobri essas coisas, mas só descobri com uns 15 anos (¬¬), eu insistia em acreditar, mas comecei a estudar física e vi que eu não podia voar se pulasse da casa... Vi que não podia tomar uma solução de água com sabão e soltar bolas de sabão eternamente... (¬¬)... Deixar de ser criança é tão ruim... Meus sonhos de infância... Alguns foram distorcidos, menos meus amigos imaginários, que só vim os descobrir depois da infância e muito...


As crianças estão deixando de ser criança muito rápido... Mas mesmo assim eu gosto desse dia, na verdade é um dia como outro qualquer, mas no fundo ele tem algo de especial... Eu espero que sim.
Feliz dia das crianças para todo mundo!
(Ahhh!! Eu não sou revoltado não!! Minha infância foi muito boa... E graças a ela eu tive uma boa base psicológica e emocional que me levou a criar este blog e a não saber o que quero ser quando crescer!!! Hehehehe... E a sua infância?? Como foi? Ou você ainda está nela?? HIhihi)

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

A festa dos psicopatas

Pessoal! A festa dos psicopatas vai começar e todo mundo está convidado a participar desta celebração. Bom, na verdade há um tempo atrás as mulheres não podiam participar, mas hoje o mundo evoluiu e todos vivemos em paz e harmonia, sem poluição, sem a terra se acabando em gases tóxicos, etc, etc. Tudo de bom galerinha boa!

Sim, voltando ao assunto... A festa é dia 5 de Outubro!! E ela é chamada de Eleições, acontecem periodicamente, esta será comemorada em cada Cidade, mas temos também a que é comemorada nacionalmente. Esta do dia 5 vai decidir o futuro da nossa Cidade!

Bem, os psicopatas, a maioria em grau vermelho, alguns no amarelo e poucos no verde.
  • Os que estão no vermelho falam bastante dos que estão no amarelo e no verde e não falam para que estão se candidatando. Eles tantam ganhar mostrando os podres dos outros candidatos, ou seja, mostrando o que todos já sabem ¬¬
  • Os que estão no amarelo falam mais ou menos dos que estão no verde, pois sabem que os que estão no vermelho já não têm chances de ganhar a bolada, e quando dá tempo falam para que estão se candidatando. Eles tentam ganhar mostrando propostas benéficas para a população e ainda conseguem se aproveitar das propagandas feitas pelos vermelhos sobre os verdes, mas ainda não aprenderam a mentir direito...
  • Os que estão no verde falam para que estão se candidatando e se defendem dos amarelos e vermelhos, assim, também falam dos outros dois. Eles tentam ganhar, na maioria das vezes é reeleição, mostrando o que fizeram durante o mandato e mostrando o que fizeram com o dinheiro, contradizendo o que os vermelhos e amarelos dizem!

Então vem aquele monte de santinhos nas nossas caras, aquele monte de propostas brilhantes e utópicas, antigamente tinham os "showmícios" também, onde morriam duas ou três pessoas por noite nas festinhas. Têm também os horários políticos, não tenho palavrões suficientes no meu vocabulário para expressar o que sinto por esses horários... Mas vamos falar de coisas boas! A festa é dia 5 de Outubro, eu já disse, mas neste dia tão especial temos em nossos dedinhos o poder para mudar nossa cidade! Nas ruas os carros tocam músicas (Bonde do maluco, Calypso, Mulher Melancia!! e outras...) relaxantes para clarear nossa mente. Outra coisa boa é saber quem foram os poca-urnas que conseguiram acumular 2 ou 3 votos em toda a festa. Hehehe.

É pessoal! Vamos aproveitar este dia especial e refletir sobre o que podemos fazer para nossa cidade melhorar, bem, eu sei o que poderia fazer para minha cidade melhorar, mas envolveria muitos gritos e... deixa pra lá! hehehe. Votem consciente e se não houver um candidato (Vermelho, amarelo ou verde) que você ache bom, saiba que existem outras alternativas na urna que também é seu direito!!

Aqui está uma demonstração simplória, mas eficiente, de candidatos que podem mudar nossa cidade. Pensem bastante e escolham com atenção...



terça-feira, 23 de setembro de 2008

Um dia os robôs vão chorar!!



(Eu não queria escrever isso, mas tem um frio na minha barriga que quer sair, e eu não sei se este frio é o friozinho da alegria ou o friozinho do ódio, pois os dois são tão parecidos, são tão bons! Bom, lá vai:)

Tá muito irado viver aqui neste mundo! Muito irado mesmo! Eu consigo levar a minha vida caótica de uma forma que as pessoas pensam que é normal, mas na rua eu as vejo olhando para mim, olhando e pensando: "O que é que ele vai fazer agora? Será que vai sacar da arma e atirar em todo mundo?" Eu consigo viver minha vida alucinada vendo a miséria dos outros para consolar a minha própria miséria. kkkkkkkkk. É resenha isso!!

Eiiii! Ei você!!!!!!!! Tátátátátátátátátátátátátátátátátá!!! kkkkkkkk


(Arrrrhhhhggg, eu tô fazendo forrrr... ahhhg... força pra poder tirar isso... Arrhrhhgg... )


Aí eu trabalho e estudo e gasto o meu dinheiro tooooooooooodo com futilidades para alimentar meu Ego, e eu vou dar o MEU dinheiro para os pobres, é? NÃÃÃÃÃOOO!!! kkkkkkk Eu vou ficar para mim e vou juntar pra quando eu morrer eu ser cremado com o meu dinheiro junto, eu vou sim!!! Aí eu acho que tô ficano lôko de pedra!! kkkkkkkkk.


E o frio recomeça toda vez, toda noite, na minha barriguinha magra. Veja! Barriguinha Magra! E tem vezes que eu penso que sou um robô!!! E que eu não tenho sentimentos!! Que eu não me preocupo com nada a não ser com meu próprio RRRRRRabo! Sorry, but is the reality! Um robô que vê outros robôs pensando que são a sensação do momento... huhuhuhu. Mas não são! Eles não são a sensação do momento, sabe o que é a sensação do momento? Vou contar, mas não conte para mais ninguém fora da net, certo? A sensação do momentos são crianças sendo jogadas de prédios, são pais engravidando filhas, famílias se matando, o meio ambiente mostrando sua fúria colossal!!! Um tornado é bonito demais!! Mas a beleza dele é fatal!! kkkkkkkkk ¬¬


E nós, Robôs, temos que trabalhar todos os dias, aqui no ocidente o trabalho foi visto como um martírio e assim o é hoje. BOm, vamos colocar a culpa nos antepassados que é mais fácil!! Sempre é mais fácil quando tem alguém pra colocar a culpa, né? É sim, eu sei...


Mas vai chegar uma hora que um robô não vai aguentar viver com tanta coisa irada desse jeito, meu. Não dá pra viver assim eternamente (eu acho)... E então, quando chegarmos, nós, robôs, ao fim do poço, os bons e ou maus, os homossexuais e os heterossexuais, os machos e as fêmeas, adultos e crianças, tudinho, não vai escapar um, aí virá a lágrima, a lágrima esquecida de todos os tempos de egísmo e tal e tal. Pronto, esse vai ser o dia que os robôs vão chorar, porque a maioria deles só sabem pensar no que é sério para si e para os outros de verdade quando é tarde demais.

(AArrhhhgg... O frio ainda continua aqui ¬¬, mas pelo menos não tá igual como antes... hehehe, tá maior, só que ainda não sei se é de alegriazinha ou de ódiozinho... um dia eu descubro.)

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

A mudança


Rapidinha!


Ele era um homem que andava rápido com seu carro. Não respeitava sinais de trânsito nem leis. Certa noite, numa rodovia movimentada um caminhão quase colide com seu carro numa ultrapassagem arriscada, e proibida. Sua vida possou diate de seus olhos, sua infância, sua adolecência, sua família, seus amigos, sua mulher e seus filhos. Depois disso ele parou o carro no acostamento e refletiu sobre seu comportamento. " Como eu posso levar minha vida de forma tão leviana? Sou tão egoísta ao ponto de só pensar nas minhas vontades... A partir de agora pensarei mais em minha família, nos meus amigos e na falta que posso fazer a eles." Pensou ele naquele momento de reflexão no acostamento. A partir dali sua vida seria outra, a partir daquele exato momento sua vida teria novas regras. Então ele limpou uma lágrima de seu rosto, acelerou com toda força para sair logo do acostamento e chegar logo em casa para sair logo para uma festa... Mas antes de sair logo para estrada, ele não viu que logo naquele momento vinha outro caminhão, em alta velocidade, que colidiu com seu carro, também veloz...

sábado, 13 de setembro de 2008

LHC


Quem ainda não ouviu falar no Large Hadron Collider - LHC deve ficar atento, viu? Confesso que também foi há pouco tempo que fiquei sabendo dele, mas ele entrou em funcionamento dia 10 de Setembro deste ano e custou cerca de 3 milhões de euros. Um de seus principais objetivos é explicar a origem da massa das partículas elementares e encontrar outras dimensões do espaço, entre outras coisas.


Os cientistas Walter Wagner e Luiz Sancho acreditam que este equipamento pode provocar uma catástrofe de dimensões cósmicas, como um buraco negro que acabaria por destruir a Terra[carece de fontes?]. Para tanto, corre um processo num tribunal do Havaí[carece de fontes?] tentando impedir a experiência, até que haja uma total comprovação de que não haja riscos. Outros acusam o CERN de não ter realizado os estudos de impacto ambiental necessários. No entanto, apesar das alegações de uma suposta criação de um buraco negro, o que de fato poderia ocorrer seria a formação de strange quarks, possibilitando uma reação em cadeia e gerando a matéria estranha; esta possui a característica de converter a matéria ordinária em matéria estranha, logo gerando uma reação em cadeia na qual todo o planeta seria transformado em uma espécie de matéria estranha.


Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Bom... É bem interessante... Passa pela minha cabeça o seguinte: Já disseram que o mundo acabaria no ano dois mil e centenas de pessoas quase enlouqueceram, já falaram de profecias do ano de 2006 e centenas de pessoas rezavam para que não fosse nada de mais... E agora um simulador do Big Bang vai ser ativado - Eu não tenho nada contra, até gosto da idéia - e, pelo que percebo, ninguém está preocupado com o fim da terra, que é uma possibilidade. Talvez porque o assunto ainda não foi MUITO difundido, mas...


Como o texto abordou, TALVEZ o planeta SERIA transformado numa espécie de matéria estranha. hehehe. Mutantes? X-men? Ou seríamos transformados em aberrações loucas? Tenho tantas idéias sobre o que poderia acontecer, mas a que prevalece é a explosão da galáxia, e aí começaríamos TUDO novamente, desde o início... Quem sabe isso não é um círculo? Sempre que a espécie evolui demais até chegar ao ponto de recriar o Big Bang tudo explode e volta para o começo... É interessante.

domingo, 7 de setembro de 2008

Conheça a sua ficha!



Alguém aí já jogou RPG? Bom, quem jogou sabe que existe uma ficha de personagem, onde você cria uma pessoa (Ou outras criaturas) que será você no jogo e tal e tal, é muito interessante, é como ser um ator ou atriz. Mas não é da ficha do RPG fantástico que o post se trata, mas sim da ficha do RPG da vida real [às vezes acho que a vida real é a do RPG...{tema para outro post...}].

Éé, nós aqui consideramos que a nossa vida também tem uma ficha onde nós colocamos nossas vantagens, desvantagens, atributos, aprimoramentos, posntos de força, de defesa, habilidades, perícias, etc, etc. E onde também anotamos nossos pontos de experiência para "comprarmos" mais características para o nosso personagem, neste caso, nós mesmos.

Conhecendo sua ficha:

1) Identificação:


Identifique-se na ficha com nome completo, idade, profissão, data de nascimento, altura, peso, raça, cor, cor dos olhos, cabelo, e todo o resto de sirva para identificar você. Sim, também deve ser colocada nesta parte sua personalidade: Bom, Mal, Caótico, Introvertido, Extrovertido...
Normalmente a ficha é feita depois da infância quando o(a) personagem terá condições psicológicas de saber que se tem uma ficha da vida.


2) Atributos:


Você terá que quantificar suas potencialidades tanto físicas como vitais. Sua força, capacidade para raciocinar, percepeção das coisas, força de vontade, seu carisma, sua inteligência... Lembre-se que com essas características você poderá comprar seus aprimoramentos mais adiante.


3) Aprimoramentos:


Aqui as coisas começam a ficar mais interessantes...

Os aprimoramentos são as suas capacidades para fazer as coisas, um exemplo: Você compra o aprimoramento Línguas e escolhe uma língua estrangeira para aprender a falar (Aí, na vida real você entra numa escola de línguas... Assim você vai preenchendo a sua ficha com outras mais que você queira aprender). Ou se você quiser ter na sua ficha um tipo de luta (Judô, Karatê...), outro esporte, habilidades paranormais, sentidos aguçados (Aqui é um aprimoramento que deve ser treinado bastante para tê-lo na ficha). Aliados (Aqui são os seus amigos, ou familiar, ou os tão chamados amigos imaginários... Lembrando que nem todo mundo pode ser considerado aliado, você pode perceber isso se em sua ficha tiver o "Enxergar Aura" que faz com que você perceba a índole das pessoas). E vários outros atibutos que você recebe durante sua vida neste mundo.

4) Perícias:


As perícias são outro tipo de habilidades que podem ser compradas mais facilmente que os aprimoramentos e dependem do atibutos. Aqui você pode comprar conhecimentos específicos para certas áreas, um exemplo é a universidade, lá você terá várias matérias (as perícias) que você vai estudar para poder ganhar o aprimoramento (Arquiteto, Médico, Veterinário...). Também pode comprar lábia para conseguir as coisas com um bom papo, furtar para conseguir roubar de maneira discreta, intimidação para intimidar com classe, sedução para seduzir facilmente, etc, etc.

Mas como conseguir comprar tudo isso?


Com pontos de experiência. E você os ganha quando completa um ano de vida a mais. Neste dia você passa de nível, ou não. Dificilmente uma pessoa não passa de nível, pois durante um ano nós passamos por desafios na vida que nos fazem crescer pessoalmente. Quem não aprende nada durante um ano não ganha pontos de experiência no dia do aniversário :'(. Aí tem que passar outro ano se esforçando para ganhar seus pontos enquanto os outros evoluem, como Digimons.


Como encontrar minha ficha?

A ficha nasceu no mesmo dia que a gente nasceu. Ele fica guardada em algum lugar (que eu não sei onde é...) e é atualizado todos os dias, sim, pois aprendemos coisas todos os dias, mas ela só é carimbada pelas mãos do Mestre no dia do Aniversário. Mestre é quem "dá as cartas do jogo".


Na ficha também são anotadas todas as nossas atitudes e comportamentos, como observações, se você agiu de acordo com seu personagem (personalidade) você ganha pontos[Se você é for um super herói e não salva pessoas durante o "jogo" você perde pontos, assim como se você for um vilão e não fazer o mal), e outras observações.


Acho que quando uma pessoa morre ela tem direito de ver sua ficha para poder ir para outro mundo gastar os pontos de experiência, se sobrarem, ou de criar outro personagem... Não sei se esse jogo tem fim.


Mas a vida (Este é o nome do jogo) é muito legal de ser jogada. Minha ficha tem um monte de coisas já, eu venho observando. Quando você ganha pontos de experiência durante o ano você se sente bem, aí no final do ano (O dia que você completa ano) você gasta os seus pontos!!


Quem não sabia que existia esta ficha pode começar a prestar mais atenção e ver como anda a sua. Um ficha bem recheada de bons atributos e perícias é sempre bem vinda para o Mestre. Isso não importa se você é bom ou mal, o que importa é que você haja de acordo com sua personalidade (Que fica lá na identificação) e use seus atributos de maneira certa (Levando em conta se você é o vilão ou o herói).

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Crise de Identidade



Cuidado!


Agora é um outro eu que vai escrever aqui... Já apareci por aqui algumas vezes, na maioria delas para falar verdades que as pessoas não gostam de ouvir... E vou aproveitar para falar de coisas que normalmente o outro "eu" que normalmente está sob controle deste corpo [Ele ganhou por votação entre nós mesmos]. Então vou aproveitar que estou aqui para postar sobre a crise de identidade pela qual sempre passamos... Mas ei! Leia! Leia e veja que nós aqui podemos ser bem parecidos com você. Ou não.


Começando:


Éé, no começo foi bem difícil decidir que ficaria sob controle do corpo, são dezenas, centenas de "Eu" que existe aqui nesse corpo... Talvez eu tenha nascido no dia em que várias almas procuravam um corpo e todas entraram neste [Não levem ao péda letra, por favor...¬¬]. Bem, e desde então foi o caos, que por sinal parece ser meu sobrenome, o caos tomou conta de nós, presos em um corpo sem poder sair... Presos lá dentro da mente... É muito louco isso, só estando lá pra ver... Lá nós nos reunimos no sétimo ciclo, o mais distante do consciente e um pouco do subconsciente, só que mais ativo que este. É lá que sempre nos reunimos para tomar decisões que comprometem este nosso corpo, mas não podíamos ficar todos sob controle porque na cabine central só cabe um de nós... Foi aí que tivemos o dia da decisão, da votação e da posse de um de nós para o cargo de controlador. Todos votavam e um controlava e dava a ordem final, que é aquele que sempre passa por aqui.


Enquanto ele toma o controle de tudo nós ficamos no sétimo olhando tudo, descansando, conversando e votando... Uma hora ou outra o "líder", podemos dizer assim, sai para ir ao benheiro ou para tirar um cochilo e um dos outros "Eu" fica no controle... Sendo que cada um de nós é diferente do outro, o que pode causar um certo espanto nos outros mortais que vivem com apenas uma alma, podemos dizer assim... Eu falo mermo!


Só que NÓS que estamos no sétimo também queremos sair e "viver" mais ativamente... Aí rola a briga aqui pra ver quem fica na cabine... Pancadaria geral mesmo... Os bonzinhos, coitados, tentam conversar, mas logo apanham e calam a boca. Os perversos usam de artimanhas cruéis, como uso de poderes psíquicos. Os loucos, que monte tem aqui, nunca consegui decifrar o que eles realmente são, às vezes gritam, outras cortam, e ainda tam vezes que conseguem levitar e ver além dos outros, bem além. Tem também os pervertidos, esses são poucos, ainda bem que pouquíssimas vezes tomaram o controle, ufa! Parece que aqui só tem UM romântico, aí não deixamos ele sair muito, raras vezes, acho que vamos matá-lo... E vários, vários outros tipos de "Eu".


É com essa briga que começa nossa crise de identidade, pelo menos de forma mais intensa. Cada um aqui dentro sabe o que é. Eu acho que sabemos. É... Temos que pensar mais sobre isso.


O Jasper e a Cícera às vezes vêm aqui e conversam conosco, é, eles dois têm sorte, pois podem ficar aqui e aí... Mas nós não!


Mas pra falar a verdade eu gosto... Eu acho... Eu e os outros "Eu" aqui também gostam, Achamos que viemos aqui todos nós porque havia espaço o suficiente pra gente... Mas tem muitos aqui! E cada um quer ficar no controle... Então brigamos e continuaremos brigando...


É... eu queria só explicar isso já que o outro não teve coragem.


E agora, quem tá no controle sou EU! Não sei até quando, tranquei a porta aqui com uma cadeira e duas correntes psíquicas... Espero que dure o bastante para eu aproveitar, hehehe.


Ahh sim... E que dure o tempo bom para que eu aprenda a voar com o meu corpo físico! Eu falo mermo! Tô aqui, tenho é que aproveitar...

domingo, 17 de agosto de 2008

Bebida + Volante =

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Em que você pensa?


O título pode até ser sugestivo, mas quando digo isso ele será sugestivo de uma maneira diferente para cada pessoa da face da terra. Algums podem até pensar parecido, mas nunca igual. Eu pensei bastante antes de escrever sobre pensamentos, pois passamos a maior parte do tempo pensando e quando eu lembro que sempre eu estou pensando em algo aí eu paro e começo a pensar mais, só que desta vez eu "tento" guiar meus pensamentos. Confesso que muitas, muitas vezes eu não tenho controle sobre eles. Não sei se isso é normal e acontece com muitas pessoas, acho que sim. Mas quando pensamos que algo é exclusivo nosso a coisa fica mais interessante, por isso às vezes acho que só acontece comigo e me sinto especial [Haha!]. Aí no mesmo instante eu penso que muitas pessoas também pensam assim e se sentem especiais sem saber que mais um monte de pessoas também pensam assim e também se sentem exclusivas e, consequentemente, especiais. Muito estranho isso ¬¬


O mundo que existe dentro da minha cabeça, se eu for pensar direitinho, ultrapassa em mil o mundo aqui fora, pois no meu eu ando por onde quero até pelado, sem medo de perder o pudor ou coisa parecida. Dentro da minha cabeça eu falo o que eu quero e ninguém nem percebe. Mas às vezes eu falo muitas coisas ao mesmo tempo, no mesmo milésimo eu vejo tantas coisas ao mesmo tempo que fica difícil prestar atenção em todas, mas mesmo assim eu vejo claramente as milhares de coisas que imagino simultaneamente. Muito interessante isso ¬¬


Quem já pensou em se matar levanta a mão! o/ Ééé! Que coisa feia isso, não é? Mas será que só eu penso assim? Não! Seria como no parágrafo passado. Seria um luxo só meu e quando penso que só eu sou especial começa tuuuudo denovo... Quem já pensou em fugir de casa sem ter motivo nenhum, só por pura aventura? Quem já pensou em largar tudo e virar hippie? Quem já pensou em matar outra pessoa ou um animal (quase a mesma coisa, não é?)? E as pessoas insistem em chamar outras de loucas... Mesmo sabendo que na mesma hora em que estão processando as palavras na boca pensam em ter a coragem de cometer uma loucura pra se sentirem mais completas... Sim, pois muitas pessoas se preservam ao ponto de cronometrar seus passos para não parecerem loucas(...) e no final acabam explodindo numa loucura fria e sem graça... Aí as pessoas dirão: __ Nossa! Ele(a) era tão controlado, como foi acontecer isso? Muito complicado isso ¬¬


Ééé pessoal. Dentro da nossa cabeça somos quem realmente somos e são poucas pessoas que deixam isso transparecer. Se um dia, só por um dia as pessoas acordasse e falasse tudo o que pensam? (Pensei isso agora... hehehe, seria engraçado). Seria uma catástrofe. Muuuito sangue seria espalhado. O Id, o Ego e o Superego estão começando a brigarem entre si mais do que antes... E aí o Id quer a satisfação imediata dos seus impulsos enquanto o Superego censura tudo o que você quer e você fica no meio dessa briga, quando consegue você decide, mas quando não, só espera a decisão do vencedor... E é como a consciência coletiva, espalha-se pelo mundo tooodo! Muito sinistro isso ¬¬


O que você está pensando agora? Não se censure! Agora só é você contra você mesmo. Você pensa muito? Pensa em coisas bizarras? Acha que é louco(a) e tem medo de dizer porque acha que vão interná-lo se falar isso? E... Eu mesmo pensei em um monte de coisas para perguntar aqui, muitas dúvidas minhas, dúvidas que se eu falasse em público, acho eu, iriam me chamar de louco... ¬¬. Já chega. Estou ficando tonto de pensar em tanta coisa, às vezes penso que já vi discos voadores no céu, aí vem uma pessoa e diz que não existem discos voadores, mas o Jasper me disse que existe... Outros dizem que pular de um lugar alto é ruim, mas a Cícera disse pra mim que é a melhor coisa do mundo... Ora! Aí eu fico sem saber o que fazer e começo a pensar para tirar minhas próprias conclusões. E estas conclusões podem ser as mais catastróficas do mundo, mas só do meu e nele ninguém entra sem a minha permissão, porque ele é exclusivo meu o que me torna especial! [E o que me leva novamente ao primeiro parágrafo... Humpf! ¬¬]



Pronto! Depois disso tudo você se pergunta se é normal [Coisa que já tratei aqui e tratarei ainda mais. O que é Normal?]? Então eu deixo um teste que também fiz pra saber se minha Sanidade estava me ajudando ou não. É uma brincadeira [Ou não], mas as brincadeiras sempre têm um fundo de verdade, e às vezes essas são tão perturbadoras...


Por favor, faça o teste e depois volte para comentar e dizer seu grau de loucura [na brincadeira, é claro].



Só para constar: Eu tirei 55 pontos no teste.

terça-feira, 15 de julho de 2008

Coisas que o povo conta

Você já deve ter ouvido aqueles "causos" que o pessoal, principalmente os mais vividos, contam sobre coisas sobrenaturais e assustadoras que quando se ouve da um frio na barriga, os pêlos se arrepiam e as lágrimas caem independente da sua vontade.

Mas será que são verdadeiras?

Às vezes penso como o ser humano poder ter inventado o vampiro ou o lobisomen... Pode ser mentira ou pode ser verdade. Quem já viu disse que é verdade e quem não viu, alguns acreditam outros não.

Ouvi um causo bastante interessante e resolvi postá-lo aqui:

"Num quartel militar, na hora da guarda noturna, um soldado fazia sua ronda. No quartel havia um muro alto e em um determinado lugar do muro havia um portão de ferro no qual se podia ver a rua, logo em seguida mais muro. A noite estava escura e propícia para algo acontecer. O soldado ouviu um barulho e já colocou a mão na arma, algo rangia por trás do muro, um frio gelado tomou conta de seu coração quando ele viu uma pessoa em cima do muro, um homem com roupas brancas que andava por cima do muro sem colocar os pés, como se levitasse. O soldado perdeu as forças nas pernas, mas não caiu. O homem de branco olhou para ele, acenou e continuou seu percurso voador por cima do muro. Quando o homem vador chegou na parte do portão de ferro o soldado viu que era um carroceiro que estava em pé numa carroça enquanto a burrinha a carregava junto com o material da feira."

Bom, essa pelo menos teve uma certeza...



segunda-feira, 23 de junho de 2008

A Fogueira


__ Vamos, vamos brincar de pular a fogueira! __ Chamou Joãozinho frenético.
__ Mas o fogo está muito alto Joãozinho. __ Disse Maria assustada.
__ Não, não e não. Você está é com medo de saltar a fogueira. __ Contestou Joãozinho. __ E eu soube que dá uma tremenda sorte pular a fogueira.
__ É melhor soltarmos bombas na casa do vizinho. __ Sugeriu Maria.
__ Eu não quero saber de nada Maria, eu só sei que quero brincar de pular a fogueira e pronto!
A rua estava toda embassada por causa da fumaça de diversas fogueiras que queimavam na rua. A vizinhança era calma e tranquila. Os dois irmãos, João e Maria, estavam na porta brincando até tarde. Logo a rua estava deserta e só os dois brincavam soltando bombas-cordão e jogando gatos na fogueira.
__ Nós já brincamos de tudo Maria! __ Insistiu Joãozinho. __ Vamos pular a fogueira, por favor.
__ Tudo bem Joãozinho, você venceu, mas só um pulo, certo?
__ Tá certo! Tá certo.
Primeiro foi Maria. Ele pegou distância e correu. A fogueira ainda emitia chamas altas e perigosas, que poderiam queimar seu vestidinho de quadrilha, mas Joãzinho insistira na brincadeira. Maria pulou o mais alto que pôde e conseguiu chegar ao outro lado da fogueira com apenas uma parte do vestido chamuscada.
__ Agora é você Joãozinho. E vê se baixa o fogo depois disso.
Joãozinho pegou mais distância que Maria para pular a fogueira. E mais. E mais. Até não conseguir ver direito as chamas. A fumaça da rua contribuia para conturbar sua visão. Então ele começou a correr gritando: __ E LÁ VAMOS NÓS!
Joãozinho não viu o tronco que havia entre a fogueira e tropeçou. Seu joelho bateu no chão, deslocando a patela, e seu corpinho de criança foi lançado na fogueira. As labaredas lambiam o corpo de Joãozinho como uma criança lambe um pirulito.
__ MARIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIAAAAAA!! __ Gritava Joãozinho.
__ Eu falei pra você que a brincadeira não ia dar certo. __ Disse Maria vindo até a fogueira com um pau na mão.
Maria metia o pau tentando empurrar Joãozinho para fora da fogueira. A cada paulada um grito. A fogueira se desfez quase por completo com a queda de João, mas continuava a pegar fogo, insistia em continuar lambendo Joãozinho. Depois que Maria o tirou de dentro da fogueira, ele já estava inconsciente, ela o levou para dentro de casa. Depois voltou para a calçada e tirou o tronco que havia colocado na rua.
__ Espero que ele tenha aprendido a lição. __ Disse Maria e continuou soltando bombas na rua com um sorriso sardônico no rostinho de criança.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Dia dos Namorados


Em virtude de ser um dia que celebra o amor entre os casais usarei a cor vermelha em todo o texto como demonstração de carinho e afeto, inclusive amor. ¬¬


Um dia muito especial na vida de casais que celebram o amor em suas vidas. Namorar é ter a certeza de que sempre que precisarmos, teremos alguém ao nosso lado. É saber que além do carinho, dos beijinhos e mais... Teremos alguém para conversar. Alguém para dividirmos nosso amor. Que coisa linda! Um dia onde pássaros cantam mais alto, borboletas voam em pares, cachorros trepam nas ruas e as nuvens têm formato de coração varado por uma flecha.


O cupido fez seu trabalho e agora é hora de ver os resultados. Vários casais unidos pela flecha do amor. Que lindo! É um dia diferente, é sim. Você acorda pensando no seu amor, claro que você pensa todos os dias, mas hoje você pensa mais. Qual o programa para os pombinhos no dia dos namorados? Ora, pode ser ir ao cinema assistir um filme romântico, ou melhor, assistir em casa um filme romântico, os dois pombinhos sozinhos, hummm. São tantos programas para este dia especial que fica difícil escolher o melhor.


E o presente. Claro que essa parte é a menos importante, mas também é a hora da demonstração de carinho. A hora de mostrar que você conhece a sua parceira ou seu parceiro. Pode ser o mais ínfimo dos presentes, o carinho depositado nele vale mais do que qualquer quantia em dinheiro. Maravilha! O importante é você mostrar seu amor.


Vamos entender o seguinte: Existem formas diferentes de se mostrar o amor que se tem. Creio eu que se uma pessoa não tem com quem dividir o amor, este pode se tornar ódio, ah pode sim! Voltando a falar das maneiras de demonstrar o amor:


* Publicamente. Com beijos e abraços (Às vezes parece até fingimento, mas tá valendo).

* Reservadamente. Só demonstram o verdadeiro amor quando se está a sós com o(a) namorado(a). (À vista dos outros este casal parece ser insoso, mas quando estão a sós...).

* Com presentes. Compram presentes e mais presentes. (Algo materialista).

* Com palavras. Falando palavras carinhosas e melosas o tempo inteiro. (Geralmente coisas inventadas e "criativas"...).

* Com Ignorância. Palavrões, agressões e desdém. (É... A falta de coragem para mostrar que se ama faz com que certas pessoas usem desse artifício... As que mais amam e têm vergonha de demonstrar).

* Com afastamento. Tendem a se afastar da pessoa que ama. (Também uma das que mais ama e não têm coragem para demonstrar de outra forma, é como uma auto-defesa).


Mas que dia belo. Mas que dia lindo. Que maravilha de dia.


Eu desejo um feliz dia dos namorados para vocês corajosos e corajosas que sabem demonstrar o amor que tem para uma única pessoa! E deixo um vídeo que demonstra bem o amor, pelo menos eu acho que sim! Heheheh!


http://www.youtube.com/v/TdKGxo11J7w&hl=pt-br">

segunda-feira, 26 de maio de 2008

O Ataque das Caveiras





A casa era grande. A parte de baixo era uma enorme sala erguida por pilastras. Nela, sofás, mesas, cadeiras e uma grande televisão. Também na parte de baixo da casa ficavam os banheiros e algumas salinhas que serviam como depósitos, a cozinha e uma sala para reuniões. A grande sala era rodeada por janelas antigas. Perto dos banheiros ficava a escada que dava acesso ao primeiro andar. Ao subi-la, e antes de chegar ao outro aposento, havia outra escada descendo, que levava ao porão, o qual a entrada era proibida. Continuando a subida chegamos ao primeiro andar, neste só existia uma grande sala de reuniões cheia de cadeiras negras como a noite, um banheiro e duas pequenas salas. O primeiro andar também era rodeado por janelas. E foi nesta casa que aconteceu o famigerado ataque das caveiras.


O Ataque das Caveiras
PoR JúNiOr.



P.S.1 – Nomes Fictícios.
P.S.2 – Imaginem as personagens como quiserem.






Um grupo de amigos conseguiu a chave da casa para o ensaio de um trabalho educativo. As pessoas que freqüentavam a casa eram empresários que a usavam para reuniões de negócios. Um dos amigos do grupo conseguiu com um tio empresário a chave por um horário, que seria das 18:00 às 20:30 de um sábado.
E lá estão eles chegando a casa. Júnior estava com a chave, quando chegou já estavam à porta Ruan e Gustavo
__ Bem na hora. __ Disse Júnior abrindo o portão branco. __ Entrem!
Eles entraram. Júnior abriu a porta que dava entrada ao interior da casa e desativou o alarme com a senha que lhe foi passada. Entraram e se sentaram no sofá esperando o resto do pessoal. Minutos depois Elida e Jéssica chegaram.
__ Trouxe o material? __ Perguntou Júnior a Jéssica.
__ Trouxe sim, está aqui. __ Respondeu ela mostrando uma sacola.
__ Quem vem mais? __ Perguntou Elida. E nesse momento surgem Pedro, Mayra, Ibsen e Larissa.
__ Pronto! Vamos ensaiar. __ Disse Pedro.
__ Eu trouxe o lanche. __ Disse Dayane na porta com umas bolsas na mão.
Depois de um tempo Juninho, Ayza e Rafael chegaram. Alguns já ensaiavam na sala do primeiro andar, enquanto os demais conversavam e lanchavam no sofá. Quando do nada Elida perguntou:
__ E se nós entrássemos naquele lugar que não pode?
__ Você está doida? __ Perguntou Júnior.
Nisso Jefferson chegava na sala.
__ Olá pessoal! __ Disse ele.
(Nos sofás -> Júnior, Elida, Rafael, Juninho, Ruan, Jéssica, Dayane e Jefferson)
(No primeiro andar -> Pedro, Larissa, Ibsen e Ayza)

__ É! Vamos entrar lá! __ Insistiu Rafael já subindo as escadas.
__ Ta certo, mas vá na frente. __ Disse Júnior.
E Rafael foi, logo em seguida Elida e Jéssica rindo.
__ Eu tenho que ir embora. __ Disse Dayane aflita.
__ Tudo bem. Quando houver outro encontro eu te aviso. __ Falou Júnior.
Jefferson e Ruan ficaram conversando no sofá.
Rafael chegou na parte em que a escada fazia o caminho para o lado e para baixo e sem pensar duas vezes desceu para o escuro sombrio e tenebroso. Logo depois Elida e Jéssica chegaram e ouviram o grito de pavor e dor de Rafael.
__ Ele só quer nos assustar. __ Sorriu Elida e continuou descendo.
Ao descer, viu na penumbra de uma luz vermelha e muito fraca a cabeça de Rafael sem os olhos e com a boca ensangüentada. Um braço esquelético estava enfiada a baixo do pescoço, como fazendo da cabeça uma marionete.
__ Ei meninas, desçam aqui, encontrei uma coisa super legal. __ Disse a cabeça tentando imitar a voz de Rafael, sem sucesso.
__ Que massa! __ Disse Elida com um sorriso de alegria no rosto. __ Vamos ver!


__ Vocês ouviram o grito de agonia do Rafael? __ Perguntou Pedro durante o ensaio.
__ Deve ter levado uma queda. __ Disse Ayza.
A porta da sala abriu um pouco e outra marionete apareceu desta vez com a cabeça da Elida, novamente sem os olhos e com a boca sangrando.
__ Vocês vão demorar muito? __ Perguntou a marionete com uma voz infernal.
__ Saia daqui e nos deixe ensaiar! Não nos atrapalhe! __ Gritou Pedro.
A porta se abriu por completo mostrando uma enorme caveira com os ossos brancos como leite e na mão direita a cabeça de Elida.
Todos gritaram desesperados e começaram a correr pela sala, sem direção.
__ Esta é a sala do TERROR QUENTE, e vocês vão saber o porquê agora. __ Disse a caveira.
A sala começou a pegar fogo.


__ Mas que gritaria. __ Disse Júnior levando us pratos para a cozinha e lá ouviu uma voz estranha e demoníaca imitando uma conversa.
Em uma mesa na cozinha duas marionetes conversavam. A mesa serviu como palco, pois a caveira estava em baixo e as cabeças de Jéssica e Rafael conversavam em cima.
__ Comer vocês sabem não é? Mas limpar que é bom!? __ Disse Júnior.
A caveira se levantou. Júnior gritou e correu, mas as facas e garfos já haviam atingido seu corpo, assim como copos, pratos e a geladeira.
A gigante caveira gargalhava.
Jefferson e Ruan levantaram-se assustados com o barulho e correram em direção à rua, mas havia uma caveira na porta.
__ Quem mandou serem curiosos? __ Perguntou a monstruosa caveira.
Os dois gritaram e correram para a escada, logo voltaram quando viram fogo descendo de lá e destruindo tudo. E de lá desceu outra caveira com a cabeça de Elida na mão.
__ Vão para o inferno desgraçadas! __ Gritou Ruan loucamente.
As caveiras começaram a gargalhar, sempre aparecendo mais.
__ Espero que gostem daqui. Disse uma caveira saindo do fogo. __POIS VÃO FICAR AQUI PARA SEMPRE!! HAHAHAHAHAHAHAHAHA!!

No outro dia à noite Dayane voltara à casa, pois Júnior havia ligado para ela dizendo que encontrou o celular que ela esquecera lá.
Quando Dayane chegou as portas estavam abertas e ela entrou.
__ Pessoal! __ Chamou Dayane.
Não viu ninguém, mas as mochilas estavam lá. Resolveu procurar lá em cima. Ao chegar na bifurcação das escadas sentiu uma mão grande, fria e ossuda pegar em seu ombro. Ao se virar e antes de soltar um grito de horror, conseguiu ver as cabeças de seus amigos nos degraus e a enorme caveira com um olhar demoníaco.




O Ataque das Caveiras
PoR JúNiOr.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Discursos Diferenciados

Com palavras de baixo calão!


Rascunho do E-mail para o chefe:

Ôw filha da puta,

Manda o caralho do documento pra porra do meu e-mail com o seu nome de viado preenchido, e é rápido, se quiser que eu termine o trabalho para a sua repartição de Rapariga!

Tome no centro, Fi de Quenga,
Sandrinha do Créu.



E-mail revisado para o seu chefe:

Prezado Senhor,
Solicito-lhe o envio do documento citado anteriormente devidamente preenchido com seus dados, com urgência, para que possamos nos ater à resolução do transtorno ocorrido.

Atenciosamente,
Sandra Lúcia.

domingo, 18 de maio de 2008

Amor...

"... como poderíamos esperar não sermos levados tão baixo quanto lúcifer, pela tremenda presunção de nosso amor?"

Stephen king - A Torre Negra Vol. VII



E então? O que falar sobre isso? Uma coisa que, creio eu, todo o ser humano nasce "sabendo" o que é. Mas será que todos sentem o amor?

Primeiro vamos delimitar sobre o amor do qual vamos conversar aqui. Não falo do amor de amigos ou família, mas sim do amor entre duas pessoas, que envolva o sentimento e o sexo.

A frase que inicia a postagem me fez pensar. Como foi dito [Ler novamente a frase] nela, é algo que venho observando nas pessoas, por amos elas podem ser levadas à loucura. Podem machucar a si mesma ou a outras pessoas por um sentimento que parece ser tão bonito.


Pode-se rastejar por amor sem vergonha alguma. Pode-se matar por amor sem culpa. Pode-se enlouquecer por amor sem perceber. E também o amor causa dor e sofrimento. Que triste! Mas é a realidade. Às vezes se quer alguém que não te quer e outras você não quer alguém que te quer. Confuso isso!


Já falaram em almas gêmeas! Que ao se encontrarem vocês pensam que nasceram um para o outro. Meses depois descobrem que foi um engano ¬¬. Será que existe só uma alma gêmea ou serão trigêmeas ou quíntuplas?


Como tudo na vida tem o lado bom e o lado ruim, no amor o lado bom supera em milhões de vezes o lado ruim. Quer dizer, para alguns o amor só tem o lado bom! Sortudos! Para outros tem os dois lados. Mas acho que para ninguém só tenha o lado ruim. E então, pelas coisas que já ouvi sobre este sentimento tão confuso pra mim, entregar-se de corpo e alma ao amor é a maneira mais fácil de se amar e ver só as coisas boas. (Ou enlouquecer e virar um maníaco psicopata louco)! Faça a sua escolha e boa sorte!

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Vida x Morte


A VIDA


A vida é uma coisa tão singular e pessoal que fica difícil falar de maneira ampla, pois a vida de cada um é diferente. Eu não sei se você que está lendo o meu blog consegue ver estrelas pelo canto dos olhos, não sei se enxerga cores que eu desconheço, nem se ouve uma voz da mesma maneira que eu, não sei se seus sentimentos são iguais ou parecidos com os meus ou se você sente uma emoção com uma mesma "indicação" que eu.


É uma coisa tão brilhante, tão incomensurável e tão surpreendentemente misteriosa que pode levar uma pessoa à loucura! Eu acho. Temos segredos tão secretos que não confidenciamos para ninguém, nem para família nem para os amigos. Temos vontades malucas escondidas na nossa mente só esperando um momento certo para entrarem em ação, e nessa hora todos vão pensar que somos outra pessoa. Temos sentimentos por nossa família e amigos que não podemos explicar com palavras, mas simplesmente com ações.


Podemos fazer tantas coisas na vida que às vezes eu fico na ociosidade de pensar no que quero fazer... Aí perco tempo... Tempo de poder fazer qualquer coisa que eu quiser para aproveitar a vida. Escolhi um semblante para o meu rosto, um que transmita só felicidade, eu espero que transmita... Por que mesmo às vezes eu pensando besteiras sobre a vida, na maior parte do tempo eu tento aproveitar o tempo que foi me dado para viver aqui com vocês.


E são com pessoas que eu conheço que eu aprendo a ser uma pessoa melhor para mim e para os outros. Pois cada um tem algo para ensinar e nesses ensinamentos, que não são passados em escola nenhuma, eu posso aprender coisas maravilhosas.



A MORTE


A morte é triste, é irreversível e às vezes severa. A tristeza que ela nos faz sentir parece não ter fim. Nos perguntamos o porquê de tudo e começamos a procurar uma explicação, uma explicação que não existe...

Religiões, seitas ou filosofias explicam o pós-morte. Não explanarei o que elas dizem, pois acho que cada um de vocês acredita em algo sobre o assunto, mas passo aqui no que acredito:

Acredito que a vida e a morte são o começo e o fim do mesmo círculo. E apesar da tristeza severa e das lágrimas de saudades de ver alguém querido partir, creio que algo bom nos espera depois disso, que não é uma adeus que damos aos que vão, mas sim um até logo. Eu sinto isso. Sinto que uma hora ou outra todos nós voltaremos a nos reencontrar. E isso me ajuda a seguir adiante e me conforta em saber que as pessoas queridas que fizeram parte da minha vida cumpriram suas missões e estão em um lugar melhor.



sexta-feira, 18 de abril de 2008

Já chegou o Disco Voador!


Há uma semana atrás eu voltava para casa do mercado e ao olhar para o céu, como faço constantemente, vi um pequenino objeto branco arredaondado ao longe. A pessoa que estava comigo disse de imediato que era um avião. Mas como um avião voava naquela velocidade? (O Objeto voador não identificado voava muito rápido). Não, não era um avião, disso eu sei. Era um disco voador em plena luz do dia e no céu do meio da cidade. Só não via quem não queria, ou melhor, quem não olhava constantemente para o céu.

E há dois dias, desta vez à noite, quando olho para o céu, como faço constantemente, eu me deparo com outro objeto, desta vez não sei se era redondo porque estava muito longe, só vi o ponto luminoso subindo verticalmente. Avião? Não, um avião não se desloca verticalmente. As pessoas que estavam comigo disseram que era uma estrela e pararam de olhar. Mas uma estrela pode subir de volta para o espaço?

E o mistério fica no ar... Será que existem realmente disco voadores? Será que não estamos sozinhos no universo? O universo é bem grande...
Ahhh! E por que eu olho tanto para o céu? Porque tenho medo de ser atingido por um meteoro ou lixo espacial... Aí, às vezes, tenho a sorte de ver coisas estranhas no nosso glorioso céu azul!!

terça-feira, 15 de abril de 2008

Sexualidade

Vamos lá!! Vamos falar disso mais uma vez!! Vamos sim!!

Eu vivo na minha, sem ligar pra nada nem pra ninguém. Não gosto de me envolver em brigas alheias, etc. Mas têm dias que eu acordo com uma percepção bem mais aguçada para os problemas da sociedade. Nesses dias eu acordo com um senso crítico apurado, observo as mesmas coisas de todos os dias, mas com outra visão. É como se nesse dia Jasper e Cícera (Meus amigos imaginários) ficassem me dizendo e apontando algo de estranho com as pessoas...

Então eu vejo a hipocrisia de todos os dias numa intensidade bem mais alta. Numa intensidade que não dá para você ficar só olhando e aceitar, como fazemos sempre. Eu não falo nada, não quero ser espancado no meio da rua, mas sempre que tenho a oportunidade de expor minha opinião eu a faço!

Vamos falar da sexualidade!! Que coisa boa!! A vida precisa disso não é? O Homem e a Mulher precisam disso. Mas o certo disso é só quando um menino gosta de uma menina! Certo? ERRADO!

O Preconceito contra o próprio ser humano é triste. Todos querem uma explicação: Ele é gay porque está com o demônio no corpo, vamos levá-lo para o culto e expulsá-lo! Ela é lésbica porque o gene tal tem um defeito e o cromossomo tal é de outro jeito! Ele é Bi porque é safado, vamos dar uma surra nele que ele melhora! Essas são as explicações... Muito boas não? Muitos desses falam isso, mas são gays ou lésbicas.


Que tristeza ver o mundo seguindo para um buraco cheio de mentiras, hipocrisias e demagogias. Mas como as mulheres não podiam votar e agora votam e não aceitaram que a terra gira em torno do sol... Há sim esperança!

Pessoas não se mostram à favor do assunto com medo de serem vistas como homossexuais. As pessoas também falam mais em gays como se fosse usado só para homens, talvez por que seja mais comum ver homens homo que mulheres. Os Bissexuais também são descriminados por gostarem dos dois lados. Não é melhor deixar cada um ficar com o que gosta e cada um seguir sua vida.

É... É um assunto bem complicado... A tecnologia avança cada vez mais, mas a nossa mente parece ter uma trava para certos assuntos... "A mente é como um pára-quedas, deve estar sempre aberta", vi essa frase num livro... Esqueci qual...

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Surf No Seco e o Arbusto Assassino!!

Por favor... Dê um desconto pelo desenho e pela qualidade... é pq é o primeiro q eu tento colocar na net... heheheheh!!! Diz aé o que achou!


domingo, 6 de abril de 2008

Só ou Acompanhado?


Chega um momento na sua vida que você já não sabe o que quer, bom, existem pessoas que sabem o que quer desde cedo para sua vida, pessoas decididas. Mas pessoas como eu, que não sabem o que querem da vida, vive pensando muito no amanhã, pensando no que fazer ou não fazer, etc. E isso acaba por atrapalhar um pouco, pois impede a realização de alguma decisão, dificilmente tomada.

Essas indecisões se estendem desde a mais simples escolha do dia até a escolha da profissão e além. A vida de pessoas assim é cercada de perguntas, todas as perguntas do mundo, não necessáriamente com respostas, mas...

E as perguntas não deixam em paz por um segundo: O que eu vou ser quando crescer? Por que eu bebo ou fumo? Será que todo mundo é Bisexual? O que é o amor? Existem disco voadores? ...

Para não prolongar muito, agora chegamos ao ponto chave da questão (!!): Viver só ou acompanhado? Existem pessoas que são livres de mais para se apegarem a alguém de forma muito intensa, então, a solidão junto com os pensamentos são as únicas companhias que as pessoas assim conseguem se apegar. Será este o preço dessa liberdade do coração? Ou algum dia, com todo ser humano, o nosso coração será arrebatado por um outro coração arranjado pelo destino? Eu acho que não!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Queridos Amigos

Bom... Tinha acabado de escrever um texto sobre amizade, amigos, reencontros e tal com um final feliz e tudo, mas quando fui postar deu um erro e apagou tudo...


Falar de amizade... HUmpf. É nisso que dá. Parece que as coisas aqui são vão na dura e cruel realidade... Não dá pra passar a mão...
Mas aproveitando eu deixo uma pergunta: O que você está achando da série? Tá muita fantasia ou pode acontecer um encontro daqueles mesmo?

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Crise ExistenciaL




Mais um ano da minha vida se passou e eu me pergunto tantas coisas sobre mim mesmo... Como num livro, vamos descobrindo as coisas à medida que nos aproximamos do fim... E no fim todos os segredos são desvendados. A vida - Ou deveria dizer "a minha vida"? - é cheia de reviravoltas - Ou eu deveria dizer que nossos pensamentos que fazem as reviravoltas?

Em quem confiar se você ouve coisas ruins de todas as pessoas que você conhece? Para quem contar seus segredos se você SABE que algum dia ele poderá ser usado contra você? A quem entregar seu amor se um dia ele se esgotará e só restará a indiferença? Pessimista ou Realista?

[ O pessimista reclama... O Otimista sonha... E o Realista trabalha.] Não sei o ator dessa frase...

Eu estou cansado de injustiça, de hipocrisia, de tentar achar que as coisas vão mudar... Talvez você agora diga: Mas a esperança é a última que morre, vamos tentar mais um pouco! E talvez eu responda: Eu já pensei assim com minha consciência e hoje, de tanto pensar assim e não ver nada mudar, ela está calejada e cheia de hematomas.

Sinto-me vazio... Não sei por quê. Não entendo. Mas sinto. E é tão estranho ruim esquisito sentir isso. Não adianta que outras pessoas digam que sabem como é, pois cada um pode sentir a mesma coisa de um modo diferente... Não vi mais sentido em nada, em festas, em bebidas, em cigarros, em mulheres, em diversões proibidas que tanto gosto... Não vejo mais sentido em nada... como se eu fosse um robô sem sentimento por nada ou ninguém.

As coisas vêm e vão tão rápido. Vi amigos enlouquecerem e vejo que não é nem um pouco difícil disso acontecer. Só é preciso que um fio descole, que um vento sopre ou que a visão melhore. Amizade e inimizade é só questão de visão e pode levar uma pessoa à loucura. Pode levar uma pessoa boa à loucura, pois as pessoas más não se importam com amizade ou coisas do gênero. E eu também conheço pessoas más...

E aos poucos eu vejo que ficar sozinho parece ser a melhor solução... É uma pena isso, uma pena para mim mesmo... Estou me auto-destruindo como um meio de auto-proteção...

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Fazer o que tem que fazer e pronto!

Viver com medo é tão normal hoje em dia...

MAS...

... Pra que viver com medo se no final a morte vem de qualquer jeito?. Também não é por isso que a pessoa não deva se preocupar com mais nada e atravessar a rua sem olhar para os lados... O que quero dizer é que não adianta passar horas se preocupando com o que pode te acontecer na rua, na faculdade ou no trabalho... Ficar estressado não resolve...

Percebo que às vezes é necessário ser um pouco egoísta e pensar mais em si próprio em certos momentos... Que não ganhamos nada nos preocupando em agradar alguém...

Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo... Já li isso várias vezes... Bem interessante e funciona bem. Você não muda sua personalidade com um duas-caras, mas nunca está totalmente igual.

A vida é uma piada!! Vamos deixar que ele siga em frente e no final vamos rir de tudo!

O que tem para ser feito deve ser feito e pronto! Não existe medo que o barre nem pessoa que possa te tirar do caminho certo! Porque se algo tem que ser feito por você o mundo conspira à favor... Quem se colocar no caminho... Ai ai... A culpa não é sua do que aconteça com intrusos hehehe! (6)

domingo, 13 de janeiro de 2008

A repetição pode transformar uma mentira em verdade (mas só pra você).


É... Vejo que existem pessoas, patéticas ¬¬, que ainda não conseguem admitir os próprios erros... E aos poucos as vejo perdendo os amigos, para que em seguida venham os lobos e a devore. E isso é bom. Pena que as mesmas não dão importância porque estão vivendo numa mentira que elas criaram. Dignas de Pena? As vezes... Na verdade, talvez, elas não são dignas de nada, a não ser do papel de idiotas que fazem perante os outros que se dizem amigos...

A mundo não parece ser um lugar muito acolhedor para quem quer tudo na mão... No começo se tem as coisas, mas depois... Depois as pessoas que você parasita vai embora de algum jeito... Liberta-se de você... E como um parasita não consegue viver sem um hospedeiro só resta definhar para pagar pelo que fez durante o tempo de "alegrias parasitadas". E estas pessoas são dignas de Pena? Sim, a pena de morte!

"...Quero ter alguém com quem conversar. Alguém que não use o que eu disse contra mim depois..." É... Isso é o que vem acontecendo enquanto o mundo segue adiante... As pessoas se tornam amigas já guardando seus segredos para usar como arma depois. Beleza! A fraternidade logo será esquecida se as coisas continuarem assim... E TALVEZ as coisas mudem, mas para isso alguém tem que ceder... Mas o ORGULHO grita bem mais alto. E quem vai ceder primeiro? Eu não sou...¬¬ Putz! Belo começo! E essas pessoas? São dignas de pena?

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Pronto! Já é outro ano!


Passamos por mais um ano.

Já estou me convencendo que é realmente importante essa mudança. Esta data tão especial que é o dia 31/01 de Dezembro/Janeiro. Depois dela podemos fazer uma boa retrospectiva do que aconteceu na nossa vida. Podemos melhorar o que fazíamos errado, fazer o que deixamos de fazer, começar o que não começamos... Várias coisas. Sempre me pergntei: Mas por que não fazer isso durante o ano? Esperar o ano acabar para poder fazer essas coisas? Bom...


Certo. Passamos da linha que separa o tempo de 07 para 08. Sempre imagino como o tempo está passando... Nunca me imaginei no século 21 e no ano de 2008. Pensava que neste ano haveria carros voadores e robôs nas casas... Mas jajá acontece isso mesmo.


Também percebo mudanças nas pessoas. Algumas tentam melhorar e conseguem, outras tentam melhorar e continuam as mesmas e ainda outras não tentam melhorar e pioram... E estas últimas são as que vejo com mais pena. Pena é uma coisa que ninguém merece, mas têm pessoas tão patéticas que o único sentimento que se pode ter delas é pena... Eu sentiria Ódio, mas estou tentando mudar (¬¬). Já em outras pessoas vejo um sorriso que faz meu dia ser feliz, ações que me trazem esperança e olhares que me mostram vontade de viver. Isso é bom.


Continuo com meus amigos imaginários! E quero continuar com eles sempre!


Tá bom. Passamos da linha divisória. Passamos correndo. E correndo vamos continuar para outros anos, décadas e séculos... Já não tenho certeza se existirão séculos do jeito que tratam a natureza... Mas... Estamos aí!