sábado, 4 de agosto de 2007

Desnorteamento Instantâneo

Ando pela rua com meu corpo físico, mas minha mente nunca está no mesmo canto que eu. Meus pensamentos sempre são diferentes do momento em que vivo. Fico desnorteado pensando que não pertenço a esse mundo, que sou muito diferente das pessoas, que faço coisas normais que parecem loucuras ao mesmo tempo que são tão normais quanto as loucuras que cometemos diariamente sem percebermos.
O Desnorteamento instantâneo é aquele momento do dia em que você para no tempo e no espaço. Sabendo que parou mas sem querer acreditar no que está acontecendo. É o momento em que não estamos mais "aqui". Não exatamente aonde vou... As vozes continuam, mas é como se não existissem. As pessoas me vêem, mas eu não vejo as pessoas, não as que estão ao meu redor "aqui". Também não vejo as pessoas "lá", no desnorteamento, mas as sinto como se as estivesse vendo.
É estranho.
É interessante.
E muitas vezes, muuuuuuitas vezes mesmo, passa despercebido.
Como também po ser viciante.
E perigoso.